Fuja dos bed bugs no seu programa da Disney

Seria esse um mito dos programas da Disney? Será que são reais mesmo? Teve BR que já passou por isso? Vem com a gente que te contamos tudo: o que são, onde vivem, como evitar e como tratar.

Um post nada agradável, mas que não podemos deixar de fazer!
Trago verdades dolorosas: sim, eles existem!! Inclusive temos casos de brasileiros que sofreram com esses little devils em quase todos os anos. Portanto, preparamos esse textinho didático para te ajudar em tudo que você precisa saber caso se depare com esse problema.
Infelizmente esses seres indesejáveis são uma praga em Orlando, ou seja, o buraco é bem mais embaixo! Porém, meu caro amigo, você pode tentar se prevenir e descobrir o que fazer caso tenha essa infelicidade durante a sua viagem. Então, isso serve tanto para os NCs que estão indo agora, para os que pretendem voltar (alô não superados) ou pra qualquer um que pretende viajar pra esse lugarzinho que tanto amamos (e os bedbugs também).
Bora lá: bedbugs são percevejos (ewww) que gostam de ficar na cama. Não é a toa que receberam esse nome né? Porém, esses queridões não aparecem apenas na cama, eles se escondem também em roupas, sofás, móveis, paredes, colchões e qualquer lugar da casa, principalmente em tudo que é de tecido. Apesar de não transmitirem nenhuma doença (can I get an amen?), eles se alimentam de sangue e se multiplicam SUPER rápido podendo causar infestações e reações alérgicas AAAAAAA. Por isso, caso você seja essa figurinha premiada e alérgica a picadas de inseto, cuidados redobrados, tá bem? Então tá bem.
A essa altura do campeonato você deve estar freaking out e morrendo de medo de ser vítima desses vampiros nanicos né? Calma! Nos apartamentos do Housing eles tomam muito cuidados para evitar os bedbugs. Um dos motivos de não poder abrir janelas lá é justamente esse (hmmm, agora faz sentido né?). Mas sempre existe a possibilidade de você pegar esses bichinhos de outros lugares e levar pra sua casita, então é muito importante focar na prevenção. Trust me! Você não vai querer passar por isso…

 

Como prevenir:

– Nunca deixe a porta e as janelas abertas! Não se preocupe, os apartamentos contam com um sistema de climatização que facilita o aquecimento ou resfriamento do ar lá dentro 😉
– Evite deixar bolsas e mochilas no chão. Principalmente se você tem carpete no apartamento!
– Nunca coloque sua mala em cima da cama. A mala um ótimo lugar pra proliferação desse nosso amiguinho indesejado, então evite deixar ela perto da sua cama. Outra dica boa é colocar capa no colchão, pode ser que ajude de alguma maneira.
– Quando comprar alguma coisa de outra pessoa, ou até quando receber uma doação, caso seja de tecido, lave antes de qualquer coisa!
Outro ponto importante é: cuidado ao lavar as suas roupas! Muitas vezes pessoas com uma infestação levam roupas pra lavar, e os insetos se deslocam pra as outras roupas. É preciso tomar muito cuidado! Algumas dicas para isso não acontecer são:
• Evite usar sacolas de pano com roupas sujas, use cestos de plástico, ou então lave a sacola junto com as roupas;
• Não coloque a cesta com as roupas limpas no chão, coloque sempre em uma mesa ou em cima das máquinas;
• Seque as roupas em temperaturas altas, pois os bedbugs morrem em temperaturas acima de 50 graus. O bom disso é que máquinas do Housing têm secadoras e costumam ser bem quentes mesmo.
Tá, entendi. Mas como eu vou saber se tiver alguma infestação no meu apartamento?
Os bedbugs são tão pequenos que são quase imperceptíveis a olho humano. Mas pode ficar “tranquila(o)” porque esses lindos fazem questão de te avisar quando estão por perto.. Não é a toa que são tão ruins né? O primeiro sinal de que um lugar tem bedbugs é o aparecimento de picadas pelo corpo. Elas parecem picadas de pulga ou pernilongo, mas são MUITAS e tem algumas outras características, como disposição em linha contínua. As picadas podem demorar alguns dias pra ficarem vermelhas e aparentes, mas se um dia você percebê-las, há grandes chances de ser uma infestação.
A gravidade dos sintomas varia de acordo com cada pessoa. Alguns nem percebem que foram picados. Porém, outros podem ter vermelhidão, manchas e muita coceira. Mas é importante ressaltar que: antes de tentar utilizar qualquer tipo de remédio para tratar esse tipo de picada, tenha certeza se foi realmente um percevejo.

Socorroooo, percebi uma infestação ou senti as picadas? O que eu faço??
– Primeiro de tudo: avise seus roomies e o Housing ASAP! E prepare-se para uma maratona, literalmente.
– Lave as picadas com sabão e água. Use uma barra de sabão para lavar as partes em que sentir a coceira. O sabão deve formar espuma e você deve esfregar bem o local afetado. Repita até que toda a área esteja coberta. Deixe agir sobre a picada por alguns minutos e não enxágue, permitindo que a espuma do sabão seque sobre a pele. A coceira deverá rapidamente melhorar. Se puder, tome banho e lave o cabelo também.
– Passe algum tipo de remédio ou pomada para diminuir a coceira e a inflamação. É possível encontrar esses produtos em qualquer farmácia ou drogaria. Mas um médico pode indicar qual creme e marca ideais para cada situação. Siga sempre as instruções da bula. Se você tiver uma receita médica, dá pra comprar um creme corticosteroide mais forte, se for o caso de alergia ou algo do tipo. Uma dica é conversar com o seu médico antes mesmo de embarcar para os EUA, para já levar uma receita caso ache necessário.
Gente, real oficial: se os sintomas persistirem, procure atendimento do seu plano de saúde lá. Não vacila! Pode ser que você não sinta nada num dia e no outro ter vários problemas com isso. Lembre-se: safety always comes first!
Quanto à infestação no apartamento, assim que avisado, o Housing vai marcar um dia/horário para fazer uma inspeção. Se eles realmente encontrarem bedbugs no seu apartamento, todos os moradores terão que lavar TODAS as suas roupas e demais coisas de tecido!

Foto: @sheronnardelli

Além disso, será preciso colocar as malas na sala para eles jogarem um produto (já que não tem como lavar a mala né). As roupas limpas devem ser colocadas em sacos plásticos fornecidos pelo próprio Housing. Se você não morar no Commons e tiver que pagar extra pra lavar roupa, o Housing também fornecerá dinheiro para isso, pq né? Haja cash!

Bom, esperamos, de coração, que NINGUÉM precise passar por isso. Mas, caso você venha a enfrentar esse problema, não surta! Apesar de não ser nada legal, não é o fim do mundo. E se você tiver cuidado, se prevenir e tomar as medidas necessárias, as chances de resolver logo são grandíssimas 😉

Um grande beijo e uma vida livre de bedbugs!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *